ECONOMIA

GreenPlat será a representante do Brasil Copa do Mundo do Empreendedorismo 2020



Sebrae Nacional -

A GreenPlat, empresa que desenvolve software para o gerenciamento sustentável de resíduos, é a grande vencedora da etapa nacional da Copa do Mundo do Empreendedorismo 2020 e representará o Brasil na final global da competição. O ganhador foi escolhido entre os seis empreendedores finalistas, durante encontro promovido pelo Sebrae e a Global Entrepreneurship Network (GEN), na última quinta-feira (3). O evento mundial, previsto para o mês de outubro, será realizado na Arábia Saudita, de maneira online, com a participação de mais de 150 países.

Para defender seus projetos, cada um dos finalistas teve três minutos para fazer um pitch (apresentação) para uma banca de jurados, composta pela fundadora do Movimento Black Money, Nina Silva; o CEO da Microsoft Participações, Franklin Martins; e o gerente de inovação do Sebrae, Paulo Renato Cabral. Em suas avaliações, os jurados destacaram a necessidade de pensar na inovação com foco no digital, de conhecer a concorrência e avaliar a viabilidade econômica, saber quais são os seus diferenciais de mercado e pensar na diversidade na estruturação de projetos.

A jurada Nina Silva ressaltou a importância de projetos de que causem impacto social: “Eu fico muito feliz por estar entre aqueles que inovam, sonham e pensam em pessoas, e foi isso que eu vi aqui. Todos os empreendedores presentes trazem propostas de novos futuros. Diante do momento que vivemos, é importante valorizar a todos que projetam um futuro melhor. Parabéns a todos!”.

Ao final, a GreenPlat (SP) foi anunciada como a grande vencedora da etapa nacional. A Eco Panplas (SP), que oferece soluções para reciclagem, ficou em terceiro lugar e a Key2enable (MG), com atuação em tecnologia assistiva, na segunda posição.  As outras startups finalistas foram a PYPIV (MG), Yak (SC) e Ayla Nanosatellites Constellation E.O. (BA). Em seu discurso de agradecimento, Chicko Sousa, representante da empresa vencedora, afirmou: “Estamos mostrando que é possível mudar as coisas no Brasil e em todo o globo. Nós temos poder de escalabilidade em mostrar que podemos, com tecnologias nacionais, desenvolver algo que mude o mundo. Todos podem se unir a essa revolução para um planeta mais sustentável. Fico muito feliz com o time da GreenPlat, que consegue mostrar isso em seus corações e em seu dia a dia.”

Para finalizar, o fundador e presidente da GEN, Jonathan Ortmans, destacou a importância do empreendedorismo. “Todo empreendedor que está bem preparado para os tempos atuais é  automaticamente capaz para lidar com as incertezas e imprevisibilidades do cenário atual, decorrente da pandemia do coronavírus, por meio do levantamento de novos dados e o rápido desenvolvimento de produtos e serviços que atendam às novas necessidades e que promovam mudanças na sociedade”, finalizou.

A fase nacional da Copa do Mundo do Empreendedorismo contou com cerca de 2 mil inscritos. Para o evento global, aproximadamente 178.000 aplicações, de todos os países, já foram submetidas. O evento tem o objetivo de estimular o empreendedorismo no Brasil como gerador de desenvolvimento econômico e social e fortalecer o ecossistema empreendedor.  






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM