ENTRETENIMENTO

Peixinhos dourados abandonados viram monstros nos EUA



Um incidente digno de um filme de ficção assustou recentemente a população de uma cidade dos EUA: vários peixes-dourados "monstros", com tamanhos dezenas de vezes maior do que atingem em aquários. Capturados durante uma expedição ao lago Keller, os animais abandonados por seus donos foram considerados uma "espécie invasora" pela prefeitura de Burnsville, no estado de Minnesota.

Na conta oficial da entidade no Twitter, as autoridades apressaram-se em fazer uma publicação pedindo:

Por favor, não solte o seu peixinho-dourado de estimação em lagoas e lagos!

. O problema é que, soltos na natureza, esses bichinhos começam a comer sem parar, crescendo além da conta e causando sérios danos ao ecossistema.

Além disso, esses peixes-dourados, que em aquários medem no máximo 5,1 cm, reproduzem-se rapidamente, revolvem os sedimentos no fundo dos lagos e arrancam plantas. Com seu crescimento desordenado, torna-se difícil removê-los, motivo pelo qual soltar peixinhos de aquário em águas públicas agora é ilegal na cidade.

Peixes-dourados monstros invadem o planeta


Fonte: Prefeitura de Burnsville/Reprodução

Mas os EUA não são o único país do mundo a sofrer com a predação dos peixes-dourados. Segundo a BBC, a câmara municipal de Munique, no sul da Alemanha, reportou, em 2017, um surto de peixes-dourados matando de fome todas as espécies rivais em lagos e lagoas locais.

-- City of Burnsville (@BurnsvilleMN) July 9, 2021De acordo com o Departamento de Recursos Naturais de Minnesota, o fato de os peixes-dourados "monstros" terem sido encontrados no lago Keller, isso não quer dizer que eles foram abandonados por seus donos lá. Segundo os especialistas, esses pequenos animais são capazes de

abrir caminho através das lagoas de captação de águas pluviais da cidade, e em lagos e córregos com corredeiras de grande impacto

.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ENTRETENIMENTO  |   20/09/2021 19h43





ENTRETENIMENTO  |   20/09/2021 18h00


ENTRETENIMENTO  |   20/09/2021 17h00