ENTRETENIMENTO

Elisa Lam: o misterioso desaparecimento no Cecil Hotel





Elisa Lam, uma jovem canadense de 21 anos que, no início de 2013, foi encontrada morta dentro de uma das caixas d'água do hotel no qual estava hospedada. A fatalidade ocorreu no Cecil Hotel de Los Angeles, na Califórnia, e as autoridades responsáveis pela investigação classificaram o caso como afogamento acidental.

Cena do Crime: doc sobre morte de Elisa Lam ganha trailer na Netflix A necropsia realizada no corpo de Lam não revelou nenhum sinal de violência, e os exames toxicológicos não indicaram a presença de drogas ou álcool em seu organismo. No entanto, as estranhas circunstâncias envolvendo o afogamento da moça levantaram muitas suspeitas, motivando o surgimento de várias teorias da conspiração para explicar o caso.

Comportamento bizarro


O cadáver foi encontrado por um funcionário do hotel dentro de uma das quatro caixas d'água -- com quase 2,5 metros de altura e 1,2 de diâmetro cada uma -- instaladas no terraço do edifício. O rapaz foi até lá checar o que havia de errado depois que alguns hóspedes começaram a reclamar de falta de pressão na água.

Como você pode ver, Lam entra no elevador e, ao perceber que ele não se move, pressiona todos os botões. Então, ela começa a agir de maneira bem estranha, como se estivesse assustada e se escondendo de alguém. Depois, a moça sai do elevador, começa a gesticular como se estivesse falando com alguma pessoa e desaparece. Lam viajava sozinha, e as autoridades acreditam que ela sofria de transtorno bipolar, algo significativo para a investigação.

Teorias da conspiração


Lam se hospedou no Cecil Hotel, conhecido por oferecer estadia barata no centro da cidade a turistas estrangeiros. Entretanto, além das diárias, o hotel também alugava quartos para períodos longos, e ganhou uma reputação bem sinistra depois de abrigar hóspedes prá lá de suspeitos e até mesmo serial killers, como Richard Ramirez, responsável pela morte de 13 mulheres, e Johann Unterweger, de quem já falamos aqui no Mega Curioso.

Além dessas figuras ilustres, o Cecil também foi palco de suicídios, assassinatos e mortes acidentais, assim como de uma série de coincidências macabras. Há quem trace paralelos entre o hotel e Elizabeth Short, que foi brutalmente assassinada em 1947 e ficou conhecida como "Dália Negra". Aparentemente, Short teria passado pelo Cecil antes de desaparecer, e o crime estaria repleto de aspectos ritualísticos.

E mais: os conspiradores também vem relação entre o hotel e o filme Água Negra, cujos personagens principais se chamam Dhalia e Cecilia, ou seja, seus nomes teriam sido inspirados no apelido de Elizabeth Short e no nome do hotel. No longa, as duas protagonistas -- mãe e filha -- se mudam para um apartamento assombrado, descobrindo mais tarde que uma moça havia morrido afogada em um tanque no último andar do edifício.

E você, leitor, já tinha ouvido falar desse misterioso caso? Acredita que a explicação dada pelas autoridades é válida? Qual é a sua opinião sobre o comportamento bizarro de Elisa Lam dentro do elevador? Não deixe de dar o seu palpite nos comentários.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ENTRETENIMENTO  |   25/02/2021 09h00





ENTRETENIMENTO  |   24/02/2021 20h00


ENTRETENIMENTO  |   24/02/2021 16h04